Durante a Assembleia Geral de abril de 2017 foi aprovado o Plano de Atividades para o biênio 2017/2018, contemplando os seguintes pontos:

  1. - Reestruturação do banco de dados dos associados

  2. - Realização do XIII Congresso Brasileiro de Direito Educacional em 2017 e XIV em 2018

  3. - Consolidação das Seccionais do Rio de Janeiro, Bahia e Minas Gerais

  4. - Implantação de Seccionais em pelo menos seis Unidades da Federação

  5. - Criação do Banco de Docentes em Direito Educacional

  6. - Ampliação do Banco de Especialistas em Direito Educacional

  7. - Articulação com o Poder Legislativo Federal para a aprovação da Consolidação da Legislação Educacional   Brasileira

  8. - Articulação com os Poderes Legislativos Estaduais e do DF para a existência de Consolidação da Legislação Educacional das Unidades da Federação

  9. - Articulação com a Ordem dos Advogados do Brasil para a criação e/ou ampliação das atividades das Comissões de Direito Educacional

  10. - Implantação de uma Secretaria Administrativa em Brasília

  11. - Criação de um folder institucional impresso e eletrônico

  12. - Desenvolvimento de ações para ampliação do quadro associativo

  13. - Criação ou modernização do site

  14. - Articulação com o Poder Executivo Federal para o reconhecimento da ABRADE como um órgão técnico-cientifico de apoio na área jurídico-educacional

  15. - Criação de um banco de jurisprudência em Direito Educacional

  16. - Criação de um banco de artigos doutrinários em Direito Educacional

  17. - Ampliação das parcerias com entidades científicas e do segmento para maior difusão do Direito Educacional

  18. - Apoio institucional para desenvolvimento de pesquisas

  19. - Estudo sobre a realização de um Congresso Internacional de Direito Educacional

  20. - Desenvolvimento ações especialmente com o intuito de colaborar com os Poderes constituídos para a que exista ética em todos os segmentos da sociedade brasileira.